quinta-feira, 8 de março de 2012

RELATÓRIO DA REUNIÃO DOS AGENTES DE PASTORAL

Os Agentes de Pastoral da Diocese de Alagoinhas reuniram-se no dia 07/02 (terça-feira), às 9h25, no Centro Diocesano de Alagoinhas.
Após as formalidades de praxe, Dom Paulo Romeu, Bispo Diocesano, acolheu os novos membros das famílias religiosas e comunidades recém-chegados à Diocese, para colaborar na obra da Evangelização. Depois foram apresentados os objetivos do encontro:
1. Refletir a Campanha da Fraternidade (CF 2012);
2. Apresentar o resultado da Campanha para a Evangelização 2011 (CE);
3. Pensar no Gesto Concreto da CF 2012;
4. Reunir os Vicariatos;
5. Fazer a Experiência da Fraternidade (Padres, Religiosas (os) e Leigos;
6. Celebrar a Fé e a Vida na Eucaristia;
7. Fortalecer a Reflexão sobre o Dízimo;
8. Prioridades do Plano Diocesano: Missionariedade, Sustentabilidade, Ação pastoral Articulada, Serviço à Vida e Juventude;
9. Ouvir as Comunicações das Pastorais, Movimentos e Serviços.
Foram distribuida as tarefas e o cronograma das atividades a serem executadas. Apresentação do tema da CF
O Prof. Francisco (Acajutiba) apresentou o tema da Campanha da Fraternidade 2012 (CF), “Fraternidade e Saúde Pública”, e o lema: “Que a saúde se difunda sobre a terra” (cf. Eclo 38,8), ressaltando a importância do viver bem, física e espiritualmente; lembrando que este, como outros são um temas pertinentes à Igreja; o tema da saúde já foi abordado em três Campanhas anteriores; afirmando que “o problema da saúde, da fome e de outros desafios sociais, não o são pela falta de dinheiro, mas por uma questão de má gestão dos recursos. Destacou que a problemática da saúde gira em torno das políticas públicas que não olham, como deveriam, para as pessoas, que tanto sofrem e precisam de cuidados: alimentação, moradia, saúde etc.; que falta uma saúde preventiva e com sustentabilidade para as famílias. Finalizou lançando uma pergunta: O que podemos fazer para amenizar o sofrimento, sobretudo dos pobres, pequenos, oprimidos, excluídos e marginalizados?
Dentro da apresentação da CF, assistiu-se a um DVD (Saúde: direito de um bom viver – Editora Mundo Jovem), referente ao tema: Situação do Sistema Único de Saúde (SUS), sua história, fundação etc.
E para melhor fixar o conteúdo, fez-se uma conversa,em dupla ou trio, sobre “o que nos incomoda na nossa saúde e na vida do Planeta Terra”, e o que podemos fazer de concreto para melhorar a saúde e a educação no nosso país.
Resultado doque foi discutido: Falta de seriedade, recursos financeiros, programas, profissionais, material para exames, medicamentos, gerenciamento, boa gestão etc.
Gesto concreto da CF 2012
Os Vicariatos reunidos discutiram “qual seria o gesto concreto que cada Vicariato assumiria durante essa Campanha da Fraternidade”, em relação à saúde, e qual seria o destino dacoleta da CF nos Vicariatos.
Por unanimidade, pediu-se,como gesto concreto,que a Pastoral da Saúde, da Criança e do Idoso, fossem reorganizadas ou reestruturadas e revigoradaem nível diocesano de vicariato e paroquial; que a Pastoral da Saúde fosse criada onde não houvesse.
Dom Paulo apresentou os resultados da Coleta para Evangelização de 2011, e como foi o repasse para as pastorais, movimentos, grupos e ministérios.
Pastoral da Comunicação (PASCOM)
Tárcio – da PasCom – que está sendo implantada agora na Diocese - apresentou o Site recém-criado da Diocese (WWW.diocesedealagoinhas.com.br) e o E-mail (diocesealagoinhas@hotmail.com). No site encontram-se as páginas: Palavra do Pastor Bispos Eméritos, História da Diocese, Governo Diocesano, Paróquias, Congregações Religiosas, Pastorais, Notícias, Endereços e muito mais.
A maioria concorda que a página da Diocese na internet é uma iniciativa que merece todo apoio e parabéns, pois a Igreja reconhece, na voz do Papa Bento XVI, que os meios de comunicação social são um grande meio de evangelização, os quais a Igreja não pode ignorar, uma vez que é desejo do Pai que sua Palavra se difunda sobre a face da terra.
Tárcio ainda distribuiu um texto a cada participante da Reunião dos Agentes, que fala da importância dos meios de comunicação, hoje, para a Igreja, principalmente a Internet, pois notícias que nem sempre são divulgadas por parte da mídia (livros, televisão, radio, jornais, revistas etc.), a Internet se encarrega de fazer-lo. E é um meio eficaz e rápido, que faz a informação chegar rápida e com precisão aonde for necessário. “É um trabalho de presença, de estar junto, para que as pessoas tenham alguém que as escute e com quem possam desabafar”, escreve Dom Antônio Keller no texto. Explicou o Papa, ano passado: “Está aberta uma nova era: a da evangelização na ‘Internet’!” (cf. no texto). Pe. Padilha, da Paróquia Nossa Senhora da Saúde de Porto Alegre, que tem 1,6 mil seguidores, diz: “Estar na ‘Internet’ hoje é uma exigência, e cada vez mais os Padres vão seguir esse caminho” (cf. o texto).
Pastoral do Dízimo
O Pe. Antônio Ederaldo, responsável pela implantação, animação e fortalecimento da Pastoral do Dízimo na Diocese, falou da mudança na vida das Paróquias que acolheram, se empenharam e estão se mobilizando para dar continuidade a essa sustentabilidade. Ele ainda ressaltou a necessidade de se manter o incentivo a essa pastoral, como um dos grandes meios para a evangelização, onde o bem maior não são os recursos financeiros que entram e que devem entrar na Paróquia/Diocese, mas sim o resgate de tantas pessoas que se mantinham afastadas da vida da comunidade, mas que agora redescobriram o “jeito novo de ser Igreja”.
Pastoral da Educação
A profª Ana Marival, responsável pela Pastoral da Educação, juntamente com o Pe. Pedro Jorge, fezapresentou os eventos que a pastoral realizou e realizará.
Ordenação diaconal
As atividades do dia 07/02 foram concluídas com a Celebração Eucarística na Catedral, às 19h30, na qual os Seminaristas Danilo Lea e Ricardo dos Santos, foram ordenados Diáconos da Igreja. Em seguida, tivemos uma confraternização no Centro Diocesano.
Carta sobre as Eleições Municipais 2012
No dia 08/02 (quarta-feira), as atividades foram iniciadas com a Celebração Eucarística. Após o café, reiniciando os trabalhos com a leitura de uma “Carta sobre as Eleições Municipais 2012”, dirigida aos ministros não-ordenados que queiram ingressar na carreira política. A Carta deixou claro que aqueles que são funcionários das Paróquias ou Diocese, ou que assumem algum serviço ou ministério na Igreja, e que desejam ingressar na carreira política, devem pedir afastamento do ofício exercido, a partir da data de sua filiação ao partido político. Também não deverão usar os locais eclesiásticos (Igrejas, salões paróquias, capelas etc.) para realizar convenções partidárias ou outras mobilizações políticas. Também não podem aproveitar de ocasiões (Missas, encontros ou outros momentos de fé) para fazer campanha política. Toma-se essa decisão, porque isso causa divisão entre os fiéis, uma vez que na Igreja há pessoas das diversas opiniões e preferências.
Também Dom Paulo entregou uma Carta intitulada “Ensinamento Fraterno – Eleições 2012”, elaborada pelo Conselho Presbiteral da Diocese e assinada por ele e pelo Vigário Geral da Diocese, Pe. Antônio Ederaldo, reprovando a participação de Ministros Ordenados (Presbíteros e Diáconos) na política partidária, conforme já se manifestaram os Bispos do Regional CNBB Nordeste 3 (Bahia e Sergipe). É que, conforme o Código de Direito Canônico, “os clérigos são proibidos de assumir cargos públicos que implicam participação no poder civil” (CDC, 285, § 3). “A não ser que, a juízo da competente autoridade eclesiástica, o exijam a defesa dos direitos da Igreja ou a promoção do bem comum” (CDC, 287, § 2). Também o Catecismo da Igreja Católica fala a esse respeito: “Não cabe aos pastores da Igreja intervir diretamente na construção política e na organização da vida social. Essa tarefa faz parte da vocação dos fiéis leigos” (CIC, 2442). A Carta ainda expunha que “os Ministros ordenados da Diocese de Alagoinhas que se filiarem a partidos políticos e ou pleitearem função política obtida mediante sufrágio popular, visando à participação no poder civil no âmbitomunicipal, incorrerão na CENSURA ‘LATAE SENTENTIAE’ (pronuncie: late senténtzie) de SUSPENSÃO TOTAL DE OFÍCIO, conforme o Cânon 1333, § 1”. Cada Padre e Diácono recebeu uma cópia dessa Carta, depois de lida e refletida conjuntamente, com uma cópia da Carta da do Regional Nordeste 3, da mesma natureza.
Prioridades diocesanas nos Vicariatos
Os Vicariatos reuniram-se novamente para ver o que cada Paróquia (ou Vicariato) fez ou está fazendo de concreto dentro das prioridades da Diocese. Também se pediu que se relesse a “Carta sobre Eleições Municipais 2012” e se fizesse os comentários cabíveis.
• Os Vicariatos apresentaram as seguintes prioridades, apontadas nas suas discussões:
• Juventude (prioridade essencial), visando, principalmente, a Jornada Mundial da Juventude e a formação permanente da juventude;
• Missão permanente nas Paróquias;
• Evangelização do Dízimo (sustentabilidade) articulando-se; articulação das Pastorais da Família e da Juventude e da formação;
• Serviço à vida, incentivo à Pastoral da Criança; Articulaçãoda Pastoral da Saúde, em nível diocesano e paroquial;
• Criaçãoda Escola de Justiça e Paz, na Comunidade do Taizé e reforço às pastorais sociais.
No que diz respeito à da Carta sobre as Eleições Municipais 2012, achou-se que ela deveria ser divulgada nas Paróquias, apesar de ser um tema muito complexo, mas que é preciso saber lidar com a situação, sem se expor publicamente.
Dom Paulo sugeriu um panfleto motivando o fortalecimentoda Pastoral do Dízimo, com perguntas e respostas, paraser distribuído a cada dizimista das Paróquias e Comunidades.
Reunião por grupos segundo os ministérios
Caminhando para o término da Reunião dos Agentes, os gruposreuniram-se em separado para tratar de questões referentes a cada ministério: Padres, Diáconos, Religiosas e Leigos.
Pastoral da juventude
Pe. Carlos Alberto (Betinho), coordenador diocesano da Pastoral da Juventude, falou da necessidade de articulação da Pastoral da Juventude, solicitando que cada Paróquia escolha representantes para formar a Coordenação Diocesana da Pastoral da Juventude. Também ele exortou que, já desde o Seminário, nossos Seminaristas, futuros Presbíteros, sejam incentivados a se engajar na Pastoral da Juventude, colaborando, assim, para a missão de Cristo e de sua Igreja.
O Pe. Betinho também falou da Acolhida da Cruz da Jornada Mundial da Juventude, juntamente com o Ícone de Nossa Senhora.A acolhidaem Alagoinhas foi uma bonita demonstração de fé, na qual estavam presentes o Bispo Diocesano, Padres, Seminaristas e boa participação das Paróquias de Alagoinhas, bem como de outras da Diocese, preparando a Igreja para a Jornada Mundial da Juventude, a realizar-se de 23 a 25 de outubro de 2013, no Rio de Janeiro.
Avaliação da Reunião





Como Positivos: Ordenação Diaconal dos Seminaristas Danilo Leal e Ricardo dos Santos (18 pontos); palestra sobre a CF 2012 (Prof. Francisco) (14 pontos); convivência entre Padres, Diáconos, Religiosos, Religiosas e Leigos (11 pontos); encontros nos Vicariatos (10 pontos); alimentação e o encontro em si (7 pontos); organização (5 pontos); tempo (um dia e meio), Missa e momentos de oração (4 pontos) e assim por diante.
Como negativos: Ausência de alguns Padres e coordenadores (3 pontos); conversas paralelas em muitos ou em quase todos os momentos (3 pontos); falta de animação (3 pontos); oportunidades mal aproveitadas e prioridades mal definidas (2 pontos); desentendimentos entre alguns Padres (2 pontos); individualismo em algumas colocações (1 ponto); desinteresse de alguns pela vida pastoral da Diocese (1 ponto); pouco tempo/muito tempo (1 ponto); manipulação da reflexão nos Vicariatos (1 ponto); falta de gestos concretos da CF 2012 (1 ponto) e mais alguns.
A Reunião dos Agentes de Pastoral encerrou-se às 12h do dia 08/02, com a Oração Final, sob a responsabilidade da Paróquia de Itamira, dirigida por seu Pároco, Pe. João Primo de Carvalho, seguida pela Bênção Final do nosso Pastor Diocesano, Dom Paulo Romeu Dantas Bastos.
Os serviços foram distribuídos da seguinte forma:
Secretaria: Diáconos Gildário Andrade e Pedro Souza;
Tesouraria: José Inaldo (Pastoral da Criança);
Cronometrista: Diác. Adriano



Nenhum comentário:

Postar um comentário